quarta-feira, 16 de outubro de 2013

O PARAÍSO DOS GUARDA-CHUVAS


Guarde bem o que eu vou dizer: Os guarda-chuvas têm vida própria!
Ao comprar um guarda-chuva, saiba que em breve ele não será mais seu! Por isso, é melhor não se apegar e nem criar nenhum vínculo sentimental com o seu guarda-chuva, por que quando você menos esperar, ele vai te deixar sem deixar pistas pra onde foi!
O guarda-chuva não nasceu para ter dono!
Não existe nenhum relato que comprove um caso de relação duradoura entre o homem e o guarda-chuva! 
O guarda-chuva é um objeto independente, dotado de um poder sobrenatural de se tornar invisível e desaparecer sem deixar vestígios!
Todos os dias, no mundo, milhares de guarda-chuvas somem para nunca mais voltar!   
Todo mundo já perdeu um guarda-chuva! Agora eu pergunto: Alguém já achou algum?
Pois é... E pensando sobre isso, eu cheguei à conclusão que deve existir um lugar desconhecido para onde vão todos os guarda-chuvas perdidos! E eu imagino que nesse lugar eles se encontram com as sombrinhas, constituem famílias e se proliferam, se multiplicam nesse mundo paralelo que chamo aqui de: “Paraíso dos Guarda-Chuvas”!
E minha imaginação vai mais longe ainda! Acho que o mundo será invadido e dominado pelos guarda-chuvas!   
Portanto, se você não quiser contribuir para que essa invasão aconteça, deixe seu guarda-chuva guardado!
Por que a qualquer momento, poderá cair sobre nós uma chuva de guarda-chuvas e seremos espetados por suas extremidades pontiagudas!
Mas quem sabe também, os guarda-chuvas retornem para nos resguardar e nos proteger dos riscos meteorológicos aos quais estamos expostos?
Bom, pense aí! E caso você descubra o segredo de para onde vão os guarda-chuvas, por favor, não guarde segredo!


(Caju)


24 comentários:

  1. Eles tomam uma repaginada e voltam enrolados em um plastico e ficam a espreita esperando ir para outros donos... :))

    ResponderExcluir
  2. Fiquei imaginando o "Apocalipse dos guarda-chuvas". hehehehhe
    Bom demais o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Diego! Você embarcou na minha viagem! Inté.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Cara, que eles somem é inquestionável, mas uma coisa é fato, toda vez que eu carrego guarda-chuva dá sol! É batata, ou melhor, é ridículo carregar aquela "espingarda" debaixo de um sol escaldante. Outra problema que eu tenho é com os óculos de sol, toda as vezes que eu uso chove! Um dia eu planejei sair com os óculos e o guarda-chuva, sabe o que aconteceu? Nada, na hora que eu fui sair de casa o guarda-chuva sumiu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a Lei de Murphy...Rsss... Obrigado por visitar meu blog e deixar seu comentário! Inté Leo!

      Excluir
  5. Você é realmente muito talentoso, excelente seu blog. Parabéns! Que Deus o abençoe sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que melhorar muito ainda pra ficar excelente! Mas ainda chego lá! Beijão Fabiane!

      Excluir
  6. kkkkkk é mto verdade... existe também o mundo das canetas Bic's

    ResponderExcluir
  7. Ah Caju, desvendei o mistério dos guarda-chuvas.... eles somem, fazem cirurgia trans e voltam sombrinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Será que os guarda-chuvas resolveram sair do armário? Rsss...

      Excluir
  8. vc é sensacional!!!! pode deixar que eu te aviso!!!!hahahaha....

    ResponderExcluir
  9. Confesso que já peguei alguns por ai, mas não ficaram comigo, devem ter ido para o Paraíso dos Guarda-Chuvas! Adoreeeeei Caju, como sempre você arrasa!

    ResponderExcluir
  10. Cara, creio que os guarda-chuvas são uma variação do peixe salmão. Eles nascem como sombrinhas de frevo, viram guarda-chuva normais, migram pro litoral e se tornam sombrinhas de praia e de lá voltam pro seu local de origem acasalam, criam novas sombrinhas de frevo e morrem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz sentido o seu raciocínio Fernando! Rss... Valeu pela contribuição aqui no blog! Te espero aqui mais vezes! Inté

      Excluir
  11. É mesmo Cajá! Já perdi vários mas nunca achei nenhum...Cuidado!Agora que vc desvendou o mistério, pode ser abduzido para este mundo e torturado para que não continue espalhando esse segredo...Bjs

    ResponderExcluir
  12. O Fernando Anitelli do Teatro mágico que fala sobre isso, chama "o que se perde enquanto os olhos piscam".

    Verdade pura Cajú.
    Parabéns de novo cara. Sou seu fã

    ResponderExcluir
  13. Hahaha Os textos do Caju são sensacionais! E o melhor que o pessoal q comenta viaja junto com ele..Desde quando Guarda Chuva tem vida própria!? Vida própria tem é a quina do sofá que sempre arma para o dedinho...rsrs

    ResponderExcluir
  14. venhamos e convenhamos, você é um artista e tanto, e quanta imaginação kkkkkkkkkkkk agora fiquei encucaca, será que no paraiso dos guarda chuva chove ??!?!?

    ResponderExcluir
  15. No dia que ouvi pelo Graffitte eu fiquei impressionado! Tanto que sempre que surge o tema guarda-chuva no meu cotidiano eu lembro.Foi ótima a narração que você fez. Procurei bastante na internet e não achei o áudio. Se tiver e se for possível, poderia me enviar por e-mail?
    Parabéns, sou seu fã.

    ResponderExcluir