sábado, 30 de novembro de 2013

COLOCANDO OS “PINGOS NOS IS” - 2

(Uma conversa entre a Crase, o Ponto de Interrogação e o Acento Agudo)

Crase – (Chegando) E aí, Ponto de Interrogação...  Beleza?
Interrogação – Como é que tá, Crase?
Crase – Tô Crase bom! Mas você me chamou aqui na penúltima página por quê? É algum problema? O quê que tá pegando? Você quer falar o quê comigo, Interrogação?
Interrogação – Não me interroga não! Calma que eu explico!
Crase – Você me liga, diz que precisa falar comigo e desliga... Aí ficou uma Interrogação no ar!
Interrogação – Eu não fiquei no ar não, Crase!
Crase – Mas eu quase caí pra trás!
Interrogação – Crase já nasce caída pra trás!
Crase - Fala o que é!
Interrogação – É sobre o Acento Agudo... Ele tá mal...
Crase – O Acento Agudo tá doente? É grave?
Interrogação – É agudo!
Crase – Eu sei que é o Acento Agudo!
Interrogação – Eu to falando que o problema dele é agudo!
Crase – Cirrose?
Interrogação – Coração!
Crase – Ele enfartou?
Interrogação – Não... Apaixonou!
Crase – Ele tá doente de amor, Interrogação?
Interrogação – Isso mesmo, Crase!
Crase – E ele tá mal?
Interrogação – Tá na capa!
Crase – Sério?
Interrogação – Ele tá lá na capa do livro, conversando com as Aspas!
Crase – As Aspas estão lá na capa? Fazendo o quê?
Interrogação – Cercando o título do livro!
Crase – Disfarça... O Acento Agudo tá chegando...
Agudo – (Chegando) Boa tarde Crase... Boa tarde Interrogação...
Interrogação – Grande Acento Agudo...
Crase – Onde é que você tava Agudão?
Agudo – Eu tava lá na capa, acentuando umas idéias com as Aspas...
Interrogação – Eu passei lá na página 83 e me perguntaram de você!
Agudo – Mas por que perguntaram de mim, logo pra você?
Interrogação – Interrogação é comigo mesmo, né!
Agudo – Quem perguntou de mim?
Interrogação – Os Ditongos Abertos das Paroxítonas!
Agudo – Eu já falei com os Ditongos que com a reforma ortográfica eu fiquei proibido de acentuar as Paroxítonas!
Crase – Então eles cometeram um Hiato falho!
Agudo – E eu to puto com essa reforma ortográfica!
Crase – Senta aqui Acento Agudo, vamos parafrasear! Por que você tá puto com a reforma ortográfica?
Agudo – Por que ela acabou comigo!
Crase – Você tá exagerando Acento Agudo! A reforma ortográfica tirou você das Paroxítonas, mas não acabou com você não, você ainda existe!
Agudo – Não acabou comigo Crase, mas acabou com meu grande amor!
Interrogação – Quem é seu grande amor?
Agudo – Trema!
Interrogação – O Trema? Você tava apaixonado pelo Trema? Então você e o Trema são... Homossintáticos sexuais?
Agudo – Imbecil!       
Crase – Foi só uma Interrogação, Acento Agudo!
Agudo – Interrogação idiota!
Interrogação – Eu sou idiota por quê?
Agudo – Por que vocês sabem que eu sou espada, sou inflexível, eu sou um Acento Agudo!
Crase – Interrogação!
Interrogação – Tô aqui!
Crase – Eu to dizendo que eu tenho uma Interrogação a fazer para o Acento Agudo!
Agudo – Pergunta logo!
Crase – Você “senta” Agudo?
Agudo – Eu sento é a mão na sua cara, Crase!
Crase – Sem estresse Agudão! Tudo bem se você gosta do Trem, quer dizer, do Trema...
Agudo – Do Trema não, da Trema!
Interrogação – É “ô” Trema, no masculino!
Agudo – Cala a boca! Você já tá passando do ponto, Interrogação!
Crase – Você vai me desculpar Acento Agudo, mas o “Trema” é uma palavra masculina! Sério! Palavra de homem!
Agudo – Mas que saco hein, Crase!
Interrogação – Por falar nisso, o Trema tem duas bolinhas!
Agudo – Duas bolinhas não, a Trema são Dois Pontos!
Crase – Nós não estamos falando dos Dois Pontos, estamos falando do Trema!
Agudo – Do Trema não, “da” Trema, que são Dois Pontos na horizontal!
Interrogação – Não teima!
Crase – O Trema é um nome masculino!
Agudo – O nome pode ser masculino, mas isso não tem nada a ver!
Crase – Isso tem tudo a ver!
Agudo – Ah é, Crase? Então você é feminino!
Interrogação – Você também é homossintático sexual, Crase? O seu Ditongo é Aberto também?
Crase – Que Interrogação mais idiota! Eu sou macho masculino!
Agudo – Mas “Crase” é um nome feminino!
Interrogação – É mesmo, Crase! E você sempre teve uma caída pra trás!
Crase - Quer saber? Vamos parar por aqui! Esse assunto já é página virada!
   
(Caju)                      



10 comentários:

  1. hahahahaha....surreal demais!!!fantástico!!!
    Beijão pra vc pessoa!!!!

    ResponderExcluir
  2. Grande Caju! Texto mto bacana, gradei demais! Bjoo

    ResponderExcluir
  3. Caju e sua criatividade sem limites..
    Amei *-*

    ResponderExcluir
  4. o caju teem umas viajens doidas de mais

    ResponderExcluir
  5. Tem q chamar o . final... para acabar com essa discussão toda!

    ResponderExcluir
  6. E ai Caju... O blog ficou legal.
    Você podia postar o texto que do apartamento...
    Onde você começa falando que não pode fazer nada na sua casa... Mas mora em apartamento...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sugestão! Já postei no blog! Valeu Sorriso!

      Excluir
  7. muito bom , adorei !!!! saudades docê ! bjs

    ResponderExcluir
  8. Não consigo esquecer sua idéia de montar uma casa para vender água, no réveillon de sete lagoas a uns 15 anos atrás.

    ResponderExcluir
  9. Muito bom, em breve teremos o livro: "As crônicas do Caju"

    ResponderExcluir